18/05/2017 às 21h14min - Atualizada em 18/05/2017 às 21h14min

Conselho Tutelar de Óbidos realizou ação de combate ao abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes.

Por: Rafaela Aquino
Para o Portal Obidense

Foto: Rafaela Aqui

ÓBIDOS – Alunos e professores das escolas: Professor José Veríssimo, Duque de Caxias e da Escola de Música Manoel Rodrigues, se juntaram ao Conselho Tutelar na ação realizada em Óbidos, que marcou a ação contra abuso e exploração sexual de crianças.

Mobilização para a data

O dia 18 de maio foi instituído em 1998, quando cerca de 80 entidades públicas e privadas, reuniram-se na Bahia para o 1º Encontro do Ecpat no Brasil. O evento foi organizado pelo Centro de Defesa de Crianças e Adolescentes (CEDECA/BA), representante oficial do Ecpat, organização internacional que luta pelo fim da exploração sexual e comercial de crianças, pornografia e tráfico para fins sexuais, surgida na Tailândia. O encontro reuniu entidades de todo o país. Foi nessa oportunidade que surgiu a ideia de criação de um Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Infanto-Juvenil.

A programação iniciou às 09h30mn, os alunos saíram de suas escolas, devidamente fardados em caminhada até a frente da Feira do Produtor Rural de Óbidos na Avenida Dom Floriano, acompanhados pelos seus professores, lá eles receberam balões e iniciou a programação.

Com a abertura feita pelo presidente do Conselho Tutelar de Óbidos o senhor Paulo Da Silva, onde contou as crianças ali presentes o porquê de ser comemorado no dia 18 de maio o dia dedicado a manifestação a exploração sexual de crianças e adolescentes.

Logo após a abertura os alunos da Escola de Música Manoel Rodrigues cantaram a música, Carinho de Verdade, a psicóloga Cristiane Carvalho também falou um pouco sobre ação aos pequeninos e a todos ali presente.

No encerramento as crianças soltaram os balões que tinham em suas mãos, representando a liberdade e o não ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, colorindo o céu de Óbidos.

Todo cidadão tem o dever de denunciar a exploração, se souber de algum caso de violência sexual infantil, procure o conselho tutelar, delegacias especializadas, polícias Militar, federal ou rodoviária, ligue para o disque denúncia nacional para o número 100. 

Link
Tags »
faça bonito exploração sexual manifestação protesto educação
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Findando o período letivo qual a matéria mais difícil de passar?

0%
20.0%
60.0%
0%
0%
20.0%
0%
Moeda Valor
Dólar 3.2226
Euro 3.8194
Peso Argentino 0.1854
Bitcoin 29001